Artigos e Entrevistas

A SUA PROFISSÃO EXIGE VOOS FREQUENTES? SAIBA COMO ISSO PODE AFETAR A SUA AUDIÇÃO

Alguns profissionais gastam boa parte das suas horas de trabalho sobre as nuvens, em função da exigência de deslocamentos rápidos e frequentes, e que só o transporte aéreo consegue suprir. Em grandes altitudes a pressão do ar fica cada vez menor e, como o avião comercial viaja em uma altura em torno de 11.000m, as cabides são pressurizadas simulando estar a 2 mil metros acima do nível do mar, a fim de garantir o bem-estar de quem está no interior do aeronave. Mas ainda que de menor impacto, essa mudança pode gerar alguns problemas no ouvido, como uma simples dor, um incômodo passageiro ou ainda, em alguns casos, a redução da capacidade auditiva.

Causa

O ouvido é dividido em três partes: ouvido externo, médio e interno. Mas é no ouvido médio que a altitude interfere, causando desconforto durante o voo, pois é a parte mais vulnerável a mudanças na pressão atmosférica. O bloqueio ou o ouvido “entupido”, como muitos definem, acontece porque a Trompa de Eustáquio, localizada no ouvido médio, é bloqueada e não ocorre a equalização da pressão. Em condições normais, a pressão no ouvido médio é idêntica à pressão atmosférica do ambiente, mas quando há diferença pode ocorrer o barotrauma, que causa dor no ouvido e esse “entupimento”. A dor de ouvido é o dano mais frequente durante as viagens de avião. As crianças são as mais atingidas, assim como pessoas que contam com alguma infecção das vias aéreas superiores ou alergias.

Dicas Simples

Fechar e abrir a boca não é lenda, funciona mesmo. O movimento ajuda a equalizar a pressão atmosférica, em especial antes da decolagem e no momento do pouso. O mastigar coloca para trabalhar um grupo de músculos responsáveis pela abertura da tuba auditiva, cavidade naturalmente fechada. Uma goma de mascar pode ajudar nesse movimento.

Apertar as narinas e forçar o ar pelo nariz também ajuda, pois esse movimento força a entrada de ar nas tubas auditivas. Contribui repetir os movimentos por alguns instantes, depois do pouso, mas se os ouvidos permanecerem emitindo dor ou sensação de entupimento é importante procurar por um especialista, neste caso o otorrinolaringologista.

Dormir durante a descida do avião não é interessante, pois a tuba auditiva não abre com eficiência durante o sono. Alguns utilizam fones de ouvido e até algodão o que pode ser positivo. Pessoas que usam aparelho auditivo devem retirá-lo durante a viagem.

 

 

Data Postada: 06/02/2017