Artigos e Entrevistas

Chega ao mercado solução para crianças com perda auditiva

Um dos maiores desafios para crianças com perda auditiva unilateral, transtorno do espectro autista e transtorno do processamento auditivo é ouvir em ambientes ruidosos, tais como as salas de aula. Isso acontece porque há uma dificuldade de se concentrar no que está sendo dito quando há alguma informação que compete com aquilo que a criança precisa ouvir. Uma vez que há um esforço do cérebro para perceber os sons da fala, ouvir e responder de acordo com as palavras do interlocutor, entender o que é dito em meio outras informações pode representar um grande desafio. É necessário que as duas orelhas trabalhem juntas para determinar exatamente a direção do som e também para ajudar as crianças a ouvir melhor em locais ruidosos. É por isso que essas crianças enfrentam, muitas vezes, dificuldades para captar toda a informação, pois o desafio da concentração se torna mais difícil quando há muito ruído de fundo, como acontece no ambiente escolar. Isso é frustrante, porque a capacidade de se concentrar em sala é fundamental para a aprendizagem e desenvolvimento de uma criança.

Este fato é comprovado por pesquisas na área, que também constaram que até 40% das crianças com perda auditiva unilateral falham em uma ou mais matérias e/ou necessitam apoio adicional na sala de aula, apesar de apresentarem as mesmas habilidades que seus colegas.*

Transtorno do espectro autista gera um grande impacto na vida das crianças, afetando seu desenvolvimento especialmente com a sua capacidade de se comunicar e interagir com os outros. Isto não representa apenas um impacto na vida do convívio familiar, mas pode ser particularmente difícil quando se trata de seu sucesso no desempenho escolar.

Estudos demonstraram que as crianças com transtorno do espectro autista tendem a fazer um grande esforço em ambientes ruidosos. Elas ficam muitas vezes expostas, e lutam para prestar atenção aos estímulos auditivos como a voz do professor.

Felizmente existe uma solução para ajudar no desempenho em relação à concentração das crianças com TPA, perda auditiva unilateral e transtorno do espectro autista. Estudos científicos provaram benéficos de um recurso tecnológico para essas crianças, e os resultados demonstraram melhora na concentração da informação de fala. Não existem medicamentos envolvidos e esta não é uma forma de terapia; ao contrário, é uma tecnologia complementar que ajuda a criança a concentrar no que esta sendo dito, independendo do seu posicionamento (Ex. Local onde senta) na sala de aula.

O nome dessa tecnologia é Roger Focus. Trata-se de um modelo de receptor, semelhante a um fone de ouvido de uso pessoal, totalmente discreto e fácil de usar, transmite a voz do professor diretamente para os ouvidos da criança. 

Esta tecnologia reduz o ruído de fundo perturbador, como conversas paralelas, movimentos das cadeiras dos colegas da sala de aula ou ruído do ambiente, permitindo que a criança possa ouvir e se comportar de acordo com as instruções do professor. 

Alguns testes demonstraram que as crianças que utilizavam Roger Focus melhoraram sua compreensão da fala em sala de aula em até 53% quando comparadas com as crianças que não utilizavam a tecnologia.

A Audimax já conta com este produto em seu catálogo. Conheça o produto clicando aqui.

Fonte: R7 Notícias

Data Postada: 06/10/2015